Os 3 pontos fundamentais de um curso de Formação de Formadores

    Os formadores que leccionam cursos aos futuros formadores têm uma responsabilidade adicional. Não só estão a instruir indivíduos sobre determinadas matérias, como estão também a instruir indivíduos que virão no futuro a instruir outros. Este acréscimo de responsabilidade, deverá conduzir a uma maior preocupação relativamente a estes cursos e ao modo como eles são leccionados.

    Se analisarmos esta situação como uma rede, chegaremos à conclusão que aqueles que estão a ser instruídos para se tornarem em formadores só conseguirão ser bons formadores se o seu processo de formação foi também ele um processo correcto e em que todos os conhecimentos necessários foram transmitidos.

    Assim, para garantir a correcta formação deveremos ter em conta diversos aspectos para que todo o processo se desenvolva com naturalidade. Enumeremos então alguns dos pontos fundamentais num curso de formação de formadores:
     

    1. Componente psicossocial: um formador é um indivíduo que estará em permanente contacto com outros indivíduos com o objectivo de os instruir. Deste modo, uma forte preparação a nível social e pedagógica é um ponto fundamental, pois só assim será garantida uma boa formação para ambas as partes, formador e formandos.
    2. Componente técnica: na componente técnica são transmitidos ao futuro formador todos os conhecimentos científicos e técnicos necessários para o exercício da profissão de formador, podendo estes conhecimentos ser destinados ao exercício numa determinada área ou mais globais e pedagógicos, caso se trate de um curso para formar formadores que leccionem cursos de formação de outros formadores.
    3. Posse do CCP: a posse do certificado de Competências Pedagógicas é fundamental para o exercício da actividade de formador em formações homologadas oficialmente.


    Estes são assim os três pontos fundamentais que garantem uma correcta e competente formação.